Consulta Índice Geral






Catecismo - Consulta Índice Geral




Artigo 12 - «Creio na Vida Eterna»

I. O juízo particular

1021. A morte põe termo à vida do homem, enquanto tempo aberto à aceitação ou à rejeição da graça divina, manifestada em Jesus Cristo (). O Novo Testamento fala do juízo, principalmente na perspectiva do encontro final com Cristo na sua segunda vinda. Mas também afirma, reiteradamente, a retribuição imediata depois da morte de cada qual, em função das suas obras e da sua fé. A parábola do pobre Lázaro () e a palavra de Cristo crucificado ao bom ladrão (), assim como outros textos do Novo Testamento (), falam dum destino final da alma (), o qual pode ser diferente para umas e para outras.



1022. Ao morrer, cada homem recebe na sua alma imortal a retribuição eterna, num juízo particular que põe a sua vida em referência a Cristo, quer através duma purificação (), quer para entrar imediatamente na felicidade do céu (), quer para se condenar imediatamente para sempre ().

«Ao entardecer desta vida, examinar-te-ão no amor» ().